terça-feira, 4 de março de 2014

Você consegue ser leal ao cão com a mesma intensidade, imparcialidade e dedicação quanto ele é leal a você?
Pense e responda para você mesmo.

Famoso tributo, uma história real, do ex-senador americano George G. Vest (então advogado), na defesa do dono de um cão, morto a tiros pelo seu vizinho.




Tributo a um Cão
George Graham Vest

Senhores jurados, o melhor amigo que um homem tem neste mundo pode voltar-se contra ele e tornar-se seu inimigo.
O filho ou filha que educou com amor e cuidado podem responder com ingratidão.
Aqueles que estão mais próximos e são mais amados por nós — aqueles a quem nós confiamos nossa felicidade e nosso bom nome — podem tornar-se traidores desta confiança.
O dinheiro que um homem tem, pode perder. Foge dele, talvez quando ele mais precisa.
A reputação de um homem pode ser sacrificada no momento de uma ação impensada.
As pessoas que se apressam a se ajoelharem a nossos pés quando o sucesso está conosco, podem ser as primeiras a jogarem a pedra da malícia quando o fracasso paira sobre nossas cabeças.

O único amigo desinteressado que um homem pode ter neste mundo egoísta — aquele que nunca é ingrato ou traiçoeiro — é seu cão.
Senhores jurados, o cão permanece com seu dono na prosperidade e na pobreza, na saúde e na doença. Ele dormirá no chão frio, onde os ventos invernais sopram e a neve se lança impetuosamente, se apenas o deixarem estar ao lado de seu dono.
Ele beijará a mão que não tem alimento a oferecer, ele lamberá as feridas e as dores que aparecem nos encontros com a violência do mundo.
Ele guarda o sono de seu dono miserável como se este fosse um príncipe. 

Quando todos os amigos o abandonarem, ele permanecerá. Quando a riqueza desaparece e a reputação se despedaça, ele é constante em seu amor, como o sol em sua jornada através do firmamento.
Se a fortuna arrasta o dono para o exílio, sem amigos e sem abrigo, o cão fiel não pede mais do que o privilégio de acompanhá-lo, a fim de protegê-lo contra o perigo, a fim de lutar contra seus inimigos.
E quando a cena final se apresenta e a morte leva o dono em seus braços e seu corpo é deixado no chão frio, não importa que todos os amigos sigam seu caminho; lá, ao lado de sua sepultura, se encontrará o nobre cão, a cabeça entre suas patas, os olhos tristes mas alertas, fiel e verdadeiro até a morte. 


Old Drum (Velho Tambor), o melhor cão de caça de um fazendeiro local. Um vizinho, desconfiado que o animal andava matando suas ovelhas, deu ordens para que atirassem no cachorro se ele voltasse a aparecer em suas terras. Quando Old Drum foi encontrado morto perto da casa dele, seu proprietário resolveu processá-lo, pedindo uma indenização de 50 dólares; o júri lhe concedeu 25 dólares, mas o vizinho apelou da sentença. O dono do cão conseguiu um novo julgamento e contratou dois advogados, um deles George Vest — que, com seu discurso, arrancou lágrimas dos jurados e cunhou a célebre frase "o cão é o melhor amigo do homem".
Em 2000, a história do julgamento foi base para um filme — The Trial of Old Drum (Meu Amigo Drum);


Se um cachorro fosse o seu professor, você aprenderia coisas assim:

1. Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
2. Nunca perca uma oportunidade de ir passear.
3. Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
4. Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
5. Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.
6. Corra, pule e brinque todos os dias.
7. Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.
8. Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
9. Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.
10. Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.
11. Não importa quantas vezes o outro te magoa, não o culpe e nem se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.
12. Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
13. Se alimente com gosto e entusiasmo.
14. Coma só o suficiente.
15. Seja leal.
16. Nunca pretenda ser o que você não é.
17. E o MAIS importante de tudo....
18. Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar. A verdadeira amizade entende você da maneira que você está e sempre sabe o que fazer para ajudar.




"Um cão não precisa de carros, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. Um cão não julga os outros pela sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro.

Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro. Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele. É realmente muito simples, mas, mesmo assim, nós humanos, que possuímos tanto conhecimento e sofisticação, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não.





O APELO DE UM CÃO!
Meu amado dono, minha vida deve durar entre 10 e 15 anos, já estou com alguns anos. Qualquer separação é muito dolorosa para nós (pior ainda pra mim). Não fique zangado por muito tempo e não me prenda em nenhum lugar como punição.
Você tem seu trabalho , seus amigos e suas diversões.

EU SÓ TENHO VOCÊ!

Fale comigo de vez em quando. Compreendo muito bem o seu tom de voz e sinto tudo o que você está dizendo . Ficará gravado em mim para sempre , jamais esquecerei.
Antes de me bater por algum motivo, lembre-se que tenho dentes que poderiam feri-lo seriamente, mas que jamais vou usá - los em você. Jamais!
Antes de me censurar por estar preguiçoso ou teimoso, veja antes se há alguma coisa me incomodando. Talvez eu não esteja me alimentando bem.
Posso estar resfriado ou, ainda, meu coração pode estar ficando mais fraco...



Cuide de mim quando eu ficar velho e cansado – Por favor NÃO ME ABANDONE!
Tudo é mais fácil para mim com você ao meu lado.
Me ame, pois independente de qualquer razão, eu lhe amarei para sempre! 




Seu melhor amigo!!!


3 comentários:

  1. Ahhhh...como gostaria de aprender com a Hanna e Belinha...Mas não tenho tanta pureza assim no coração para entender do que um cão é capaz..acabamos de chegar em casa e adivinha???Pulos,lambidas,choros....,as vezes sinto vontade de não ir à lugares para ficar com elas e acabo indo,e as vezes qndo estou nervosa,grito e fico brava e qndo tudo passa?me sinto envergonhada por não ter a pureza de deixar pra lá,de ter a inteligência de saber que elas não são culpadas e me envergonho mais ainda qndo lá vem elas abanando o rabinho,com cara de sorriso,se encostando,dando amor...Ah como amo minha Bebês...mas como tanto à aprender...

    ResponderExcluir
  2. É impressionante a lealdade dos cães. Tenho a honra de ter um "amiguinho" desses.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei emocionada, Deyse.
    Temos um gato em casa e sabemos como esses animais são especiais.
    Nós os entendemos e eles nos entendem, existe muito sentimento nos animais.
    Já li muitas coisas lindas sobre eles e incluo sua postagem entre as mais belas.
    Boa semana pra você!
    Beijos

    ResponderExcluir

Categorias

Artigos mais visualizados

Seguir por Email

Facebook

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Contato

encontreipravc@gmail.com

Visualizações